7 DICAS – RESISTINDO AOS ALIMENTOS RESTRITOS

Quando eu conto para as pessoas que a retirada do glúten da alimentação é o único tratamento para a doença celíaca, muitos ficam boquiabertos, outros dizem que não querem nem saber se tem a doença, outros me tratam como coitadinha e, por incrível que pareça, alguns fazem pouco caso. Como a maioria fica “de cara” com o fato de que eu nunca mais poderei ingerir qualquer alimento que possua glúten, resolvi listar os 7 passos essenciais para conseguir fazer isso mais facilmente.

Eu ainda estou aprendendo a seguir esses passos, mas creio que eles não servem apenas para quem tem alguma restrição alimentar, mas qualquer pessoa que esteja tentando mudar os hábitos para se tornar mais saudável.

A questão aqui é não enfiar o pé na jaca, não chutar o balde, não sair da dieta, não comer algo que você sabe que não deve comer. Vejamos:

O que fazer para não cair na tentação?

Coxinha

Fotografia: Junior Elkhe

– Pergunte a si mesmo se realmente precisa comer aquilo

Se a resposta pra primeira pergunta for sim, questione se vale a pena comer e sentir todos aqueles sintomas que o glúten/lactose (e outros) te traz.

– Evite padarias/confeitarias/pizzarias e locais que sejam ‘constituídos’ por glúten.

Tudo é atrativo nesses estabelecimentos, principalmente para aqueles que não passam perto de um bolo ou pão há algum tempo. O problema é que o glúten fica no ar e em todos os alimentos manuseados no local. Se não puder evitar as idas a esses lugares, experimente comer antes de ir.

Donuts Hamburguer

– Pratique atividades físicas

Essa dica é a que mais se aplica ao meu caso. Sabendo que já estou numa evolução da consciência em relação a doença e esperando a evolução no corpo, faço atividades físicas e depois não tenho coragem de comer um grão sequer de glúten.

Beba bastante água

Além de fazer muuuito bem pra saúde em vários aspectos, a água ajuda a diminuir o apetite e a limpar o organismo.

– Experimente novas receitas e procure novos produtos

Claro que nem sempre é só trocar uma farinha por outra, mas existem milhares de receitas sem glúten e sem lactose di-vi-nas por aí só esperando a hora de entrar na sua casa e na sua vida. Além disso, quantas empresas já estão percebendo a dimensão do problema e o tornando em solução?! Milhares. Há muitos produtos bons no mercado, é só procurar.

Macarrão

– Entenda

Aceite a sua condição, mostre as pessoas ao seu redor como tudo funciona. E lembre-se que não se trata de sair de uma dieta qualquer, de jacar, mas sim da regressão do seu tratamento.

– Seja forte

Acredito que essa seja a dica mais importante de todas. Seja cuidadoso, consciente, racional, forte mesmo. O teu corpo não merece ser maltratado. Pense em tudo o que você já deixou pra trás em outros momentos e todos os ganhos que obteve até agora. Conte com as pessoas que te querem bem, com certeza elas te irão de ajudar.

Be Strong

O que vocês fazem para enfrentar a vontade de comer o que não podem?

“Hard to resist temptation
‘Cause something strange has come over me
And now I can’t get over you
No I just can’t get over you”

(Maps – Maroon 5)

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s