A REGRA É SER FELIZ

That1s the rule!

Decidi estabelecer uma regra para vocês leitores e amigos e a regra é: ser feliz. Estamos combinados? Aqui não cabe sofrimento, melancolia, depressão, a não ser que você queira se livrar de tudo isso. Portanto, se você estiver disposto a ser mais feliz e ter um apoiozinho moral, prossiga. Do contrário, siga seu caminho em outro lugar.

Como eu sempre falo aqui, ninguém precisa fazer ou seguir o que eu faço, tudo o que eu digo é apenas minha opinião.

Então, é o seguinte, desde que eu entrei para o mundo da doença celíaca, tudo o que vejo relacionado ao assunto eu leio, eu procuro, eu pesquiso, eu falo e eu discuto. Mas, contudo, porém, entretanto, todavia, muito do que eu leio (não tudo, óbvio) são palavras de desgraça, desesperança, inconformismo, infelicidade, depressão e revolta.

Chateada

A meu ver não é bem assim. Descobrir a doença celíaca ou qualquer outra restrição alimentar não é fácil. Qualquer dieta, por mais simples que seja, já é difícil, imagina pensar que é para o resto da vida?!

Quando eu pensava assim eu sempre ficava triste, irritada, de mal com a vida. Mas certo dia eu acordei pensando o seguinte: Eu não preciso de glúten para viver, existem muitas coisas melhores do que comida.

Tudo bem, comida é tudo de bom né gente. Mas o que eu fiz? Comecei a concentrar meus prazeres em outras atividades, como fazer exercícios e criar um blog. Eu ocupo a minha mente e meu corpo com outras coisas. E na hora de comer, faço meu pratinho e sou feliz. No geral, não está sendo um calvário.

Eu me sinto na liberdade de falar sobre isso porque eu sinto, porque eu sei como é. Não é como se uma pessoa alheia aos nossos assuntos quisesse falar algo. Eu sou uma de vocês, eu sou uma de nós.

Claro que me pego com raiva de mim de vez em quando, não posso negar. E isso acontece, principalmente, quando acabo sendo alvo de contaminação cruzada ou quando tenho crises decorrentes da anemia.

Fora isso, na maioria das vezes eu tento ver pelo lado positivo e melhorar nesses aspectos também!

D

Tenho um desafio pra lançar: Tentem, por um mês, não reclamar que no mercado só tinha farinha de trigo ou contaminada, que você viajou e o café da manhã no hotel não era seguro, que a sua colega de trabalho come bolo do seu lado toda semana. Comece a refazer as tuas prioridades. Coma o que for necessário e possível, faça exercícios, saia com os teus amigos pra caminhar na praia. Faça programações que não envolvam comida.

Não posso garantir que vai dar certo como está dando pra mim, mas vou adorar receber notícias sobre as experiências de vocês.

Não podemos deixar de ser felizes porque a vida nos deu uma pedra no caminho. Vamos buscar o que realmente importa: qualidade de vida.

“Here come bad news talking this and that
Yeah, give me all you got, don’t hold me back
Yeah, well, I should probably warn you I’ll be just fine
Yeah, no offense to you don’t waste your time
Here’s why: Because I’m happy”

(Happy – Pharrell Williams)

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s