CONFISSÕES DE UM CELÍACO

image

Queridos amigos, familiares e (des)conhecidos,

Eu não deixo de comer glúten por mania ou para imitar alguma celebridade.

Eu não deixo de comer glúten para incomodar, irritar ou tornar as coisas mais difíceis quando formos sair juntos.

Eu não deixo de comer glúten para ser o centro das atenções ou para destruir o menu das festas.

Eu não deixo de comer glúten para pagar preços exorbitantes em um pão ou pacote de farinha alternativa.

Eu não deixo de comer glúten para ficar me preocupando com o que posso comer e se posso comer quando for em determinados lugares.

Eu não deixo de comer glúten porque gosto analisar os ingredientes de cada coisa que for comprar. Aliás, isso é um saco.

Eu deixo de comer glúten porque essa pequena proteína que você não vê no seu bolo, bolacha, pão, torta, pizza, cerveja, massa e sim, até nos temperos me fazem ficar mal e doente.

Eu deixo de comer glúten porque essa mesma proteína machuca meu intestino, estômago, articulações, músculos e sim, até o meu cérebro.

Eu deixo de comer glúten porque eu tenho uma doença que só pode ser tratada se eu respeitar está regra.

Por favor, entendam.

Anúncios

2 comentários sobre “CONFISSÕES DE UM CELÍACO

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s