SOMOS INFLUENCIÁVEIS?

pasme

Parece bobeira dizer para não se acreditar em tudo o que é lido hoje em dia, mas ainda (cada vez mais) tem gente que bota fé em tudo o que vê por aí nos sites e facebooks da vida. Se as pessoas só acreditassem, mas grande parte copia, faz igual!

Eu não julgo os blogueiros, youtubers e jornalistas por suas postagens. Aliás, acho que os influenciadores são essenciais para o desenvolvimento da mídia, do mercado e do entretenimento, inclusive considero super digno isso ter se tornado uma nova profissão. O problema mesmo são os seguidores, que não tem o mínimo de senso crítico para o bem (porque para o mal tem muitos #haters), que não sabem questionar e que passam de #geraçãopugliesi para soldadinhos, discípulos, projeto de minions.

Eu não nego: ser leitora de algumas influenciadoras digitais me ajuda muito, em vários aspectos. Tem coisas que elas fazem que eu acho super bacana e até repito. Agora, não posso me deixar levar, não quero me transformar em um produto desse meio.

Não me preocupa ver que o fulano está fazendo o que o carinha do snapchat falou que faz pra consertar a churrasqueira, não me preocupa que a garota lá comprou tudo o que viu no vídeo de comprinhas do mês. O que me inquieta é que nessa mania do saudável, tá cheio de ditador de dieta e exercícios aparecendo por aí e as pessoas seguem religiosamente tuuuuudo o que é dito. E não importa se é publipost ou se a pessoa fala pra procurar um profissional antes de seguir as dicas, o povo faz igual, sem ao menos pesquisar um pouco mais profundamente!!

Nesses últimos dias tem-se falado muito sobre a tal da placenta da Bela Gil, ela mesma disse que não há estudos que comprovam que comer a própria placenta faz bem. Mas vão aparecer umas doidas por aqui que, sem estudar sobre, dirão que é a atitude mais certa a se tomar depois do parto. E aí tudo o que aparece nas redes se torna “the new black”.

E assim a gente segue acreditando num dia que o ovo é o pior alimento pra saúde e no outro que não podemos viver sem ele. Que o glúten é o maior vilão do universo para todas as pessoas, mesmo as que não tem doença relacionada. Que aquele shake famoso é muito nutritivo e pode substituir meu almoço para o resto da vida. APENAS PAREM.

Por favor, não sejam essas pessoas! Todo mundo é livre pra acompanhar quem quiser e repetir as dicas sadias que são passadas, mas não faz mal a ninguém pesquisar um pouco sobre os temas de interesse antes de por em prática toda e qualquer indicação. Sejamos mais desconfiados, hesitantes, intrigados.

A influência pode ser boa ou ruim, só depende de você!

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s